© Copyright

ATENÇÃO!
A maioria dos textos aqui são de minha autoria. Caso queira copiar, não esqueça de levar meu nome junto, conforme a Lei nº 9.610. Plágio é crime. Cite a fonte!

domingo, 2 de novembro de 2014

O brilho da estrela



Passos que nos traçam caminhos diferentes;
Momentos que nos envolvem em abraços;
Sentimentos lançados por pedaços;
Sensações movidas com o vento.
Pensamentos vazios, referto ao mesmo tempo.
O que era ilusão, desilude.
O que vinha, se foi.
Não há sol e nem lua.
Uma estrela brilha e em seu longe horizonte situa.
Para cada alento, um novo brilho;
E essa estrela revela a paz,
Que até hoje ninguém foi capaz.
Então fico aqui.
Bem aqui, a sonhar;
Imaginando quando o vento irá soprar.
E levar tudo o que de ruim insistir em ficar.
Refazendo a paz trazida pela estrela brotar.
É tudo simplificadamente difícil de compreender,
Tantas sensações a se manter.
Mas o que vens a ser,
É realmente viver.
Assim,
Como pensa, como está e como é.
Como tem que ser.


Nenhum comentário:

O Agora!

  Passamos tanto tempo planejando, memorizando, buscando o melhor e nem se quer sabemos o que virá amanhã. Perdemos tanto tempo pensando ...